domingo, 6 de setembro de 2009

A VERDADEIRA HISTÓRIA SOBRE A INDEPENDÊNCIA DO BRASIL

Era uma vez, uma terra distante, ela era conhecida como novo mundo, mais especificamente era chamada de Brasil. O Brasil foi “encontrado” pelos portugueses em 1500, logo que viram as maravilhas da terra a empossaram como se fosse de propriedade portuguesa.


Enfim, anos se passaram, e a Família Real Portuguesa  se mudou para o Brasil(fugiam do baixinho Napoleão), a antiga colônia agora se tornara Reino Unido a Portugal.


Quadro de Militão dos Santos - Descobrimento do Brasil


Quadro de Militão dos Santos - Descobrimento do Brasil



Passados algum tempo desde a vinda da Corte Portuguesa ao Brasil, os portugueses de Portugal vendo o distanciamento de seus monarcas exigiram a volta de D. João a Portugal por imediato. E com medo de perder a Coroa, D. João e a sua família partiram em direção as terras lusitanas.


No entanto, D. João não era bobo(outrora ele enganara a Napoleão vindo residir no Brasil, de burro esse sujeito só tinha as orelhas sujas) deixou seu filho tomando conta do Brasil, D. Pedro I, o Princípe Regente porradeiro.




[caption id="attachment_841" align="aligncenter" width="300" caption="Quadro de Portinari Chegada de D. João "]Quadro de Portinari Chegada de D. João [/caption]


Em 1821 as coisas para D. Pedro I ficaram nebulosas, vinham de Portugal decretos das Cortes dando fim a regência e rebaixando o Brasil a colônia portuguesa novamente. Pior do que isso, as Cortes portuguesas ordenaram a volta imediata dele.


Devido as pressões internas, pedindo a sua permanência no Brasil D. Pedro I, no dia 9 de janeiro de 1822 disse a tão famosa frase: "Se é para o bem de todos e felicidade geral da Nação, estou pronto. Digam ao povo que fico!" – O Dia do “Fico”. E logo depois disse que os decretos das Cortes só teriam validez mediante o “Cumpra-se” assinado por ele.





[caption id="attachment_842" align="alignright" width="150" caption="Dom João VI - Feio que dói as vistas "]Dom João VI - Feio que dói as vistas [/caption]

O Brasil caminhava para a independência. Em Agosto de 1822 D. Pedro I se deslocou para Santos para apartar uma rebelião contra José Bonifácio(Este é o homem que fez mindgames no D. Pedro I a vida toda). Então, no dia 7 de setembro de 1822, as margens do riacho Ipiranga, D. Pedro I teve uma caganeira.


Vinham montado em burros D. Pedro I e mais alguns acompanhantes, quando de uma hora para outra o Princípe teve uma baita dor de barriga.


Ai, ai, oras, vou me parar aqui, vocês me esperam – Disse D. Pedro I. A dor de barriga era tão forte que foi só “chicotinho”. D. Pedro I cagou tanto que as folhagens em sua volta acabaram e ele gritou – Meu Deus, alguém aí tem papel? – Logo um dos seus acompanhantes veio em sua direção e disse - Tenho cartas que chegaram neste momento, serve? D. Pedro I respondeu prontamente: Oras, qualquer coisa serve, manda aí.





[caption id="attachment_843" align="alignleft" width="120" caption="Dom Pedro I - Feio, mas pegador "]Dom Pedro I - Feio, mas pegador [/caption]

Esperto como ele só, pensou - Antes de usar vou lê-las. Eram três cartas, uma das Cortes portuguesas ordenando seu regresso a Portugal, outra era de José Bonifácio o instigando a romper com Portugal e a outra era da sua esposa apoiando o pedido de José Bonifácio.


E lá, as margens do riacho Ipiranga, rangendo os dentes de tanta dor estomacal, D. Pedro I da o seu grito tão famoso – Essa diarreia está de morte. Os seus acompanhantes devido a pouca dicção imposta pela dor de barriga entenderam como – Independência ou Morte. E todos em seguida repetiram em alto e bom som - Independência ou Morte. E esbravejaram isso aos quatro cantos.  D. Pedro I ouvindo isso se levantou colocou as mãos na cabeça em desespero e disse – Porra, deu merda!


Assim foi a história de nossa independência, ou não.






[caption id="attachment_844" align="aligncenter" width="500" caption="Quadro O Grito do Ipiranga, Pedro Américo - Versão Romantizada "]Quadro O Grito do Ipiranga, Pedro Américo - Versão Romantizada [/caption]

Fonte: NerdCast

Fonte: Wikipédia

5 comentários:

  1. -Porra, Deu Merda!hahahahalegal!gostei dessa verso mega resumida da norra hsitoria até a nsossa suposta idnependencia.xD

    ResponderExcluir
  2. Post bem legal! Belo resumão. =)

    ResponderExcluir
  3. Isso me lembrou um professor de história da época do cursinho que sempre dava uma parodiada nos aconetecimentos da história do Brasil.No fundo, e infelizmente, tudo por aqui acaba em piada mesmo.

    ResponderExcluir
  4. Cara, se eu falar que foi mais ou menos assim mesmo que aconteceu? Vc acreditaria?

    ResponderExcluir